Dieta depurativa de 15 dias


.

Ainda que não seja recomendável se exceder em nenhum momento, se nosso objetivo é diminuir a cintura é fundamental prestar atenção ao jantar, que deve ser leve.

Reduzir a cintura é um dos objetivos de quem quer melhorar tanto a silhueta quanto a saúde.

O acúmulo de gordura na região da barriga é comum, tanto em pessoas obesas quanto magras, o que causa uma grande frustração quando as dietas não dão o resultado desejado.

Descubra neste artigo uma dieta depurativa de 15 dias para diminuir a cintura e desintoxicar o organismo de forma saudável e equilibrada.

As chaves da dieta para reduzir a cintura

Para que esta dieta seja eficaz e possamos reduzir a cintura em 15 dias, devemos levar em conta algumas chaves básicas.

Passado esse tempo, se conseguirmos incorporar esses bons hábitos, conseguiremos continuar a perder gordura abdominal de forma progressiva e até evitar engordar, sem sacrifícios.

1. Gorduras saudáveis

Nem todas as gorduras são iguais. De fato, as gorduras saudáveis são imprescindíveis para uma boa saúde e para ativar o metabolismo, que é o encarregado de nos ajudar a queimar calorias.

Se optamos por gorduras prejudiciais, como bolos, frituras, margarinas ou embutidos, engordaremos com facilidade e vamos contribuir para o acúmulo de gordura na cintura.

As gorduras que devemos consumir são as seguintes:

  • Óleo de coco e azeite de oliva extra-virgem
  • Abacate
  • Oleaginosas e sementes cruas e sem sal
  • Ghee ou manteiga clarificada
  • Gema de ovo
  • Peixes azuis

2. Proteína de boa qualidade

Consumir proteína nos ajuda a diminuir a cintura. Por isso, nos últimos anos entraram na moda as dietas proteicas, que, no entanto, apresentam algumas desvantagens.

Não podemos abusar da proteína animal, que pode afetar o funcionamento do fígado e dos rins.

Portanto, consumiremos essa proteína com moderação, priorizando o consumo de ovos e de peixes, e optaremos também por aumentar a proteína vegetal através do consumo de:

  • Leguminosas
  • Oleaginosas e sementes
  • Cogumelos
  • Algas
  • Abacate

3. Reduzir os carboidratos refinados

Hoje em dia abusamos dos carboidratos refinados com pratos como macarrão, pizza, bolos, pães, etc.

Esses alimentos processados e sem fibras causam inchaço, prisão de ventre e sobrepeso, e dificultam a diminuição das medidas na cintura.


Diminuiremos seu consumo e escolheremos, sempre que seja possível, cereais e farinhas integrais e de diferentes cereais (espelta, centeio, trigo de khorasan, etc.).

4. Eliminar o açúcar e o álcool

Os dois principais impedimentos para diminuir a cintura são o açúcar e o álcool, assim como todo tipo de refrigerantes.

Se os eliminamos de nossa dieta, poderemos notar uma grande melhora sem fazer novas mudanças, sobretudo no caso de pessoas que os consomem diariamente.

5. Aumentar a quantidade de vegetais

Em toda dieta equilibrada e depurativa não pode faltar o consumo de vegetais, tanto crus, em saladas, como cozidos.

Também devemos consumir frutas, mas sem abusar, já que algumas contêm muita frutose, a qual também poderia dificultar nossa perda de peso.

6. Regular os hormônios

Os hormônios podem ser, em alguns casos, os causadores do acúmulo de gordura na cintura.

Se suspeitamos que temos algum desequilíbrio hormonal (menstruação dolorosa, menopausa, etc.), podemos incorporar a nossa alimentação algum suplemento regulador, como por exemplo, a maca.

maca é uma raiz de origem andina que, além de regular os hormônios, tanto em homens quanto em mulheres, oferece energia, melhora a saúde dos cabelos e da pele e melhora a libido de maneira natural.

Diminuir a cintura em 15 dias

Café da manhã

Algumas propostas de café da manhã saudável:

  • Suco verde de vegetais frescos, frutas, maca e óleo de coco extra-virgem.
  • Aveia cozida com leite vegetal, canela e frutas secas.
  • Torradas integrais com ghee e geleia com pouco açúcar.
  • Uma porção de abacate.

Almoço

Cada refeição deveria contar com três porções:

  • Uma porção de salada, com sementes e brotos.
  • Uma porção de carboidratos: pão integral, macarrão integral, batata, quinoa, arroz integral, etc.
  • Uma porção de proteína: carne, peixe, ovo e leguminosas.

Jantar

O jantar deve ser sempre mais leve, já que, se comermos muito ou nos esquecermos da dieta, engordaremos com mais facilidade.

Recomendamos que o jantar seja formado por:

  • Legumes cozidos no vapor, creme, sopa ou canja.
  • Proteína de fácil digestão: peixe branco, carne de aves, ovo ou abacate.
  • Um pedaço de fruta, como maçã, pera, abacaxi ou mamão papaia.


Avalie este Artigo?

Mais pra voce!