Desafio da Cintura: Como conseguir uma cintura de pilão em pouco tempo


.

Embora a dieta seja o ingrediente chave na hora de conseguir uma cintura de pilão, devemos saber combiná-la corretamente com uma rotina adequada de exercícios.

O ideal para perder barriga e conquistar uma cintura fininha é, sem dúvida, fazê-lo com o acompanhamento de um especialista que proponha um regime gradual de perda de peso.

No entanto, há situações nas quais desejamos acelerar o ritmo, seja porque temos algum evento programado, ou porque chegou o verão e nem nos demos conta.

Para estes casos, oferecemos uma série de estratégias que permitirão ter a cintura de pilão que você tanto deseja em 30 dias.

Primeiro a mente, depois o corpo

Sempre que decidimos introduzir uma mudança em nossas vidas temos que nos preparar mentalmente, mesmo que a alteração tenha a ver com nosso físico. É importante estar muito motivada para ter a disciplina necessária.

Para isso, recomendamos fazer atividades de diálogo interno todos os dias: fale consigo mesma todos os dias e lembre-se de por que está fazendo isso, o quanto valoriza a sua meta, e como você irá desfrutar os resultados alcançados.

Faça exercícios diariamente

Corra ou caminhe, pelo menos, durante uma hora todos os dias. Quando se trata de perder peso, o exercício aeróbico é o melhor aliado.

Por ser uma atividade de baixa intensidade mas de longa duração, você vai precisar de mais oxigênio e, portanto, queimará gordura.

  • Além de caminhar ou correr, você pode combinar estes exercícios com ciclismo ou natação.
  • O importante é escolher a atividade de acordo com seus gostos pessoais, principalmente porque isso influenciará muito a sua motivação e, portanto, sua predisposição para ser constante na prática.
  • Não se esqueça da hidratação durante o exercício.

Como estamos falando de alcançar uma cintura de pilão em um mês, você pode alongar o tempo da prática esportiva, sempre dentro dos limites saudáveis.

Como comer adequadamente para ter uma cintura fininha em 30 dias

1. Adeus açúcar

O açúcar oferece sabor à comida, mas isso não é tudo. Apesar de não ter nenhum valor nutricional, ele promove o armazenamento de gordura, já que contém muitas calorias.

Além disso, trata-se de um elemento muito difícil de eliminar, e fica presente em nosso organismo durante muito tempo, desacelerando o nosso metabolismo.


2. Uma comida, um ingrediente

Trata-se de que cada prato contenha apenas um ingrediente, preferencialmente verduras ou ovos orgânicos. Os vegetais podem ser cozidos ou grelhados.

Se optarmos pelo peixe, o ideal é escolher os peixes azuis e cozinhá-los o menos possível. Para saber como fazer isso podemos analisar várias receitas, já que este tipo de alimentação está muito na moda, principalmente a comida japonesa.

3. Adeus carne vermelha. Olá carnes magras.

A carne vermelha tem gordura demais, e por isso tem muitas calorias, e com ela seria impossível queimar as que precisamos para ter uma cintura de pilão em tão pouco tempo.

Nestes dias você deveria esquecer a carne e escolher os vegetais orgânicos e os peixes, já que até o frango tem uma quantidade de gordura que não é recomendada durante este processo de choque no corpo.

4. Não se esqueça do sabor: busque receitas

Já que vamos ingerir pequenas quantidades, não podemos renunciar ao prazer de comer, outra razão que fará com que a nossa motivação diminua quase por completo.

Além do óleo de coco, há condimentos com a canela ou a pimenta que alegrarão nossos pratos para que possamos nos deleitar com a comida da mesma forma como fazíamos anteriormente.

5. Diferença entre bom e ruim

Nem todas as gorduras engordam. Na verdade, algumas delas ajudam a conseguir uma cintura de pilão. As “ruins” são:

  • Gorduras animais (principalmente a da carne vermelha)
  • Gorduras saturadas
  • Gordura trans

Por outro lado, as gorduras boas estão em alguns vegetais e em produtos elaborados, como o azeite de oliva e o abacate.

6. Coma 5 vezes ao dia e respeite os horários

Isso é muito importante: se você não fizer cinco refeições, seu metabolismo continuará lento para guardar energia. O organismo estoca gordura como medida de prevenção, com medo de que não voltemos a consumir alimentos durante muito tempo.

Por outro lado, se acostumarmos nosso sistema digestivo a receber comida regularmente, ele começará o processo de digestão muito antes e eliminará mais elementos, consciente de que em pouco tempo receberá uma nova carga de energia.

Você tem pela frente uma tarefa complicada mas, com estas dicas como base, será muito mais fácil.

Você aceita o desafio?


Avalie este Artigo?

Mais pra voce!